Assine nossa newsletter:

Vestir

PAGU : um brechó Top!

5 de novembro de 2016 por Doriana Campos . 7 Comentários

img_0972

 

Se quando você ouve falar em brechó , a imagem que vem a sua mente é  a de um lugar onde se vende roupas velhas cheirando a naftalina, está na hora de rever seus conceitos!

Nossa sociedade está mudando e em tempos de mudanças de hábitos, adquirir uma peça semi nova pode ser uma maneira de praticar um consumo responsável baseado na redução e no reuso.

A cada dia, mais pessoas quebram o preconceito de usar roupas de segunda mão e começam a entender que esta prática é uma forma inteligente de consumo.

Para conhecer um pouco mais sobre este universo , fomos visitar o Pagu2handshop,  um brechó bacanérrimo!

 

img_0977

 

img_0975

 

O que vimos por lá? Roupas , sapatos, bolsas, bijouterias, óculos , etc …..  de grifes consagradas, nacionais e internacionais. Prada, Gucci, Chanel, Cris Barros, entre outras. Tudo de super bom gosto, roupas com cara de novas, algumas peças ainda com etiqueta!

 

2016-11-05-photo-00000173

 

img_0978

 

fullsizerender-26

 

E aproveitamos para conversar um pouco com a Cláudia e a Dani, proprietárias da Pagu.

 

image1-1

 

P- Meninas, por que um brechó?

R- Sempre fomos consumidoras de brechós e, porque , nos dias de hoje o reuso é necessário.

P- Qual é o conceito Pagu?

R- O estímulo do reuso no Brasil e a democratização da moda, uma vez que pratica preços mais accessíveis, em peças atuais e em excelente estado de conservação.

P- O brechó torna o luxo accessível?

R- Torna MAIS accessível. Por ex… uma bolsa Prada que custa na loja de origem por volta de R$10.000,00 na Pagu você paga de R$1.200,00 a R$2.300,00 , ou um vestido da Cris Barros vendido a R$1.500,00 aqui custa de R$200,00 a R$300,00. Porém, o luxo sempre será o luxo.

P-Qual é o tipo de impacto desta atividade no meio ambiente?

R- Segundo os dados da Associação Brasileira da Indústria têxtil e de confecção (ABIT), somente no Brasil, a estimativa de resíduos têxteis é de 175mil toneladas/ano. Deste volume apenas 36 mil toneladas são reaproveitadas na produção de barbantes, mantas, novas peças de roupas e fios. Portanto o reuso amplia o uso das peças e impacta positivamente nessa cadeia.

P- Qual é o perfil da mulher que veste Pagu?

R- Uma mulher que aprecia moda de qualidade, de bom gosto, sem preconceitos , viajada, que conhece  a tradição dos brechós ao redor do mundo. E, principalmente, que sabe o quanto a relação custo/benefício é otimizada nos brechós.

P- Qual é o critério para a seleção de peças?

R- Peças originais, somente em perfeito estado, de marcas consagradas , preferencialmente internacionais.

P- Como eu faço para vender minhas pecas para vocês?

R- Se você quer vender suas peças para a Pagu, basta ligar e agendar um horário. Compramos lotes mínimos de 20 peças, que atendam impreterivelmente a todos os critérios acima. Bem , nem preciso falar que não resistimos e saímos as duas com peças Pagu.

Venha conhecer! É top!

 

img_0976

 

 

R. Oscar Freire 129 casa3

(11) 30620387

 

 

Deixe o seu comentário

7 Comentários

  1. Marisa Chagas Luz disse:

    Matéria muito interessante, um brechó chique como este não aparece todo dia!

  2. Marco Mesquita disse:

    Parabéns pela matéria. Muito escclarecedora.

  3. Denise Weinstock disse:

    Para quem ainda tem resistência em comprar roupas ou acessórios em brechós, fazer uma visitinha na Págu, irá com certeza mudar seu conceito de reuso. Super recomendo.

  4. Franz Ambrosio disse:

    Adorei a matéria.
    Reflete o conceito e a personalidade das donas , que bem conheço e admiro o trabalho e posturas.




Outras matérias

HOLYTOP

Aberto sexta feira, em Moema, o atelier da Holytop está...

Moda e Estilo

Estilo é um reflexo de quem somos, de onde viemos...

Gii sleepwear

Você conhece a Gii? É uma marca de sleepwear com...

Closet.Me amplia seu espaço e aposta em peças exclusivas para aluguel

Escolher um look para uma ocasião especial nem sempre é...

FERRI

  A Ferri, tradicional marca de sapatos paulistana, dispensa apresentações....

JADE HAND MADE

Foi um prazer enorme conhecermos a Jade Hand Made, marca...

Eliza Conde Atelier

Formada pela Academia Italiana de Moda em Florença, Eliza Conde...

CAN CAN : Acessórios para Celebrar

“A Can Can nasceu junto de fábulas, nasceu para o...

LEGSTYLE

Segunda-feira é dia de malhar. Depois dos estragos do fim...

TULLI LINGERIE

Fomos conferir a coleção da Tulli Lingerie, de Carol Cleto...