Assine nossa newsletter:

Ser

ONG Banco de Alimentos

19 de abril de 2017 por Doriana Campos . 0 Comentários

Por Márcia Atui

image

Outro dia, lendo a revista Vogue, me deparei com uma reportagem sobre a ONG Banco de Alimentos, que me despertou muito a atenção.

Entrei em contato com eles e estou escrevendo este post para dividir com vocês a estória dessa associação civil, fundada por Luciana Quintão em 1988, que faz um trabalho super importante e que tem ajudado muito gente ,

A ONG atua com o objetivo de minimizar os efeitos da fome e combater o desperdício de alimentos, permitindo que mais pessoas tenham acesso a alimentos básicos e de qualidade, em quantidade suficiente, para uma alimentação saudável e equilibrada.

Os alimentos distribuídos são excedentes de comercialização e produção, perfeitos para o consumo. A distribuição possibilita a complementação alimentar a pessoas assistidas por mais de 40 instituições cadastradas no projeto, ou seja, mais de 22 mil pessoas por mês.

A Banco de Alimentos atua em três frentes. A primeira é da colheita urbana que consiste em coletar alimentos excedentes de estabelecimentos comerciais e transportá-los para instituições de caridade. Trata-se de distribuir alimentos que ainda não foram ou não irão para a panela dentro do prazo de validade, como legumes, massas, frutas, entre outros.

A segunda é a da educação, no qual levam palestras, workshops e oficinas aos profissionais das próprias ONGs, como cozinheiros, cuidadores, voluntários e para estudantes do Centro Universitário São Camilo, ensinando formas de manipular adequadamente os alimentos e evitar o descarte de partes com alto valor nutricional.

A terceira frente é a extensão das ações educativas para conscientização da sociedade, incentivando ações e conhecimentos para fora das áreas onde existe a fome, atingindo a sociedade e promovendo uma mudança de padrão cultural.

“Os alimentos são desperdiçados pela produção em excesso, ao caírem dos caminhões durante o transporte, ficando em estoque, entretanto boa parte do desperdício pode ser aproveitada na cozinha. O descarte de cascas, sementes e raízes que poderiam ser usadas em diversas receitas é um exemplo de como existe desperdício. A alimentação sustentável visa o aproveitamento integral por meio do planejamento na hora de ir às compras e da conservação”, explicam.

Menos lixo acumulado, menos dinheiro gasto e melhor distribuição de alimentos, tudo isso por meio de pequenas mudanças.

O Banco de Alimentos incentiva o fim da cultura de desperdício e promove a cidadania consciente!!!!

Já me candidatei a uma vaga de voluntária!!!

Fiquei encantada com este trabalho e tenho certeza que você também ficará!!!

Saiba mais sobre este projeto!!!

Banco de Alimentos Associação Civil

www.bancodealimentos.org.br
Rua Atibaia 218, Pacaembu.

CEP 01235-10
Tel: 36740080

 

Deixe o seu comentário

0 Comentários




Outras matérias

ONG Banco de Alimentos

Por Márcia Atui Outro dia, lendo a revista Vogue, me...

SUCESSO FINANCEIRO & ESPIRITUALIDADE

  É difícil acreditar em abundância e infinitas possibilidades quando...

MINDFULNESS: o poder do agora

Nos dias de hoje, neste mundo complexo, em constante mudança...

MEDO x CORAGEM

  A maioria das pessoas não percebe, mas, quando se...

Animais de Estimação: os benefícios que trazem aos homens

por Márcia Atui   Não é de hoje que os...

Abundância

“Não deveria haver um hiato entre a abundância da natureza...

Adotar um cachorro é tudo de bom

por Márcia Atui Amo cachorros!!! Adoro!!!! Já tive muitos, todos...

Intuição

“Depois de conhecer a arte de ouvir sua intuição você...

Promessas para 2016. Por que é tão difícil mudarmos hábitos?

“Nunca é tarde para sermos a pessoa que gostaríamos de...